Protestos

Preso por ler um livro

GeneO presidente angolano, José Eduardo dos Santos, há 36 anos no poder, mandou em cana 15 cidadãos cujo crime foi se opor ao seu governo. Como evidência, a Justiça diz que, ao entrar no local da reunião do grupo, havia sobre a mesa um livro chamado “Da Ditadura à Democracia“, do escritor americano Gene Sharp. Conheci Sharp em Oslo, na Noruega, há 3 três anos. A reportagem, publicada hoje na Folha por Fábio Zanini, me fez lembrar da conversa que tive com Sharp e de como ele passou 80 anos vendo gente ser presa por ler seus 20 livros livros traduzidos para mais de 30 idiomas. Continuar lendo

Anúncios
Padrão
Protestos

A rifa do 16/8 já correu

rifa9Moçada que vai no protesto do dia 16/8 carrega no bolso uma rifa que já correu. O sorteio foi na quarta-feira, no quintal do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República, Michel Temer, e a vencedora foi uma moradora de Brasília chamada Dilma, de sobrenome complicado. O convescote articulado pelo ex-presidente Lula quatro dias atrás reuniu quem realmente apita os jogos oficiais no Brasil e decretou que a marcha de domingo é palha – especialmente depois de as Organizações Globo descerem do barco do impeachment. Com Calheiros, Temer, Jucá e Sarney, Lula costurou um não-se-sabe-o-quê capaz de assentar a poeira. Continuar lendo

Padrão
Protestos

Mataram dois manifestantes a tiros

peladoAconteceu. Dois jovens foram baleados enquanto protestavam na rua. Os estudantes Exequiel Borvarán, de 18 anos, e Diego Guzmán, de 24, foram assassinados na quinta-feira, enquanto participaram de uma marcha pela educação na cidade chilena de Valparaíso. O crime manda um recado para todos os países latino-americanos nos quais o acirramento político tem descambado para a violência, como é o caso do Brasil.

Continuar lendo

Padrão